..

26 de set de 2016

Cambridge: a cidade universitária dos sonhos

Se você pudesse criar uma cidade perfeita para fazer um intercâmbio, o que você colocaria nela? Segurança, transporte público de qualidade, belos parques e uma estrutura de “primeiro mundo”, certo? Pois temos uma ótima notícia para você: essa cidade já existe!

Diretamente da terra da rainha, hoje a gente vai te apresentar à cidade universitária de Cambridge, que é um dos destinos mais procurados para intercâmbio. Além disso, é uma das mais antigas de Londres e conta com construções do ano de 1209. A beleza das construções medievais é cenário do encontro de jovens do mundo todo que estão em busca de crescimento pessoal e profissional.

(Foto: arquivo pessoal)
Quem passou por lá foi o Willian Filho, estudante de Medicina que realizou um intercâmbio em Inglês na escola de idiomas Eurocentres. Quer saber como foi? Olha só o que ele contou para a gente!

Quando pensou em fazer um intercâmbio, por que escolheu Cambridge?
Por toda a tradição que a cidade tem relacionada a estudos! E também por ser uma cidade de médio porte, não sendo caótica como os grandes centros.

Diante dessa experiência em outro continente, o que foi mais desafiador para você? Como fez para superar esses desafios?
O mais desafiador para mim foi o novo idioma, que demora um pouco para engrenar. Mas com pouco menos de 01 semana as coisas já vão se acertando, e daí para a frente só vem coisas boas.

Ao chegar em Cambridge, qual foi sua primeira impressão da cidade? Superou suas expectativas?
Eu me surpreendi bastante, pois aqui temos de tudo! Tanto relacionado a lojas, como festas e atrações turísticas.

Em que escola você realizou o curso de inglês?
Eurocentres.

Como a estrutura da escola contribuiu para a realização de seu intercâmbio?
A escola nos fornece um aparato fantástico, nos ajudando em todas as dificuldades ou duvidas pertinentes que encontramos no decorrer do curso.

Como era o seu cotidiano de aluno de intercâmbio?
Acordava em torno de 7:30 da manhã, fazia meu café, ia para a escola a pé, já que é bastante próxima. Após as aulas, com os colegas de classe, íamos conhecer a cidade, indo a pubs, parques, etc.

Willian e amigos (Foto: arquivo pessoal)

E nas horas vagas, como aproveitava para conhecer a cidade universitária inglesa? O que mais gostou de conhecer?
Como a cidade é "pequena", rodeava tudo a pé ou bicicleta, conhecendo tudo que era possível na região! O que mais gostei de conhecer foi o King's College.

William em Brighton e Londres (Foto: arquivo pessoal)

Para quem indicaria o curso de idiomas em Cambridge?
Indico para todos os tipos de idade, pois é uma experiência fantástica para qualquer um.



E aí, viu como Cambridge é uma cidade ideal para aprender um novo idioma, ampliar a visão de mundo e ultrapassar as próprias fronteiras? Que tal seguir o exemplo do Willian e embarcar em uma aventura de intercâmbio e viver um mundo novo? Até a próxima!

15 de set de 2016

Embarque na Euro: prepare-se para as melhores férias da sua vida

As férias são o período mais esperado do ano para muita gente. Tirar um tempo para viajar por aí, conhecer novos lugares e fazer novas amizades são algumas das melhores coisas da vida. Sem falar na mudança de rotina. Quem aí, se pudesse, ia viver viajando?! Pois é, a gente te entende muito bem!

E melhor do que ter todas essas vontades, é poder realizar cada uma delas de uma forma incrível. Imagina só: você com 25 dias livres na Europa, acompanhado de uma turma da sua idade e de dois guias que vão te levar para o que há de melhor na Inglaterra, França e Portugal! E ainda ter um super aperfeiçoamento no inglês em um curso de 03 semanas na terra da rainha.
Chegada em Lisboa, a turma na Queen Mary University, passeio pelo Oceanário e ida à Paris: tudo isso em uma só viagem.
Isso e muito, muuuito mais você vai encontrar na 11º edição do nosso intercâmbio cultural. Se você tem de 12 a 17 anos e ama viajar, não perca tempo. O Embarque Na Euro foi feito para você.

No ano de 2017, será a vez da 11ª edição do intercâmbio que já ampliou o universo de mais de 300 jovens, ao longo desses dez anos. A tradição e confiança são marcas registradas. Não falta o auxílio necessário aos alunos, seja antes ou durante a aventura. E também aos pais, que acompanham o passo a passo dos filhos pelas redes sociais.

E por falar em aventura, olha só alguns dos lugares que os sortudos da Embarque na Euro vão conhecer: Oceanário, Cabo da Roca e a bela Cascais, em Portugal. O famoso Big Ben, Palácio de Buckingham, o icônico Museu de Cera Madame Toussauds e muitos outros lugares em Londres. A Catedral de Notre Dame, o Museu do Louvre e a Torre Eiffel na bela Paris. E ainda viagem no fim de semana para Brighton, uma cidade inglesa que até praia tem! Sem falar na hospedagem no campus principal da Queen Mary University of London, que foi fundado em 1887 e recebe estudantes de todo o mundo.

Museum of London, Torre Eiffel e Museu de Cera Madame Toussauds

E como presente dessa super viagem, além das compras vão vir na bagagem muitas amizades novas, inclusive com pessoas dos mais variados países e culturas. No intercâmbio da edição de 2016, nossa turma fez amigos de Taiwan, da Ucrânia e da Itália, entre outros.

O curso é de inglês em Londres, mas os amigos são do mundo todo









É, gente, não dá para resumir o que essa viagem significa em apenas algumas linhas. São muitos lugares, muitas pessoas, muitas experiências. E, depois que a aventura acaba, ficam muitas amizades! Mas, se você quiser saber um pouco mais sobre a Embarque na Euro, pode mandar uma mensagem ou ligar para gente. E quem já participou das outras dez edições do intercâmbio, com certeza, tem muita história para contar. Você ainda pode conferir como foram algumas das edições passadas nos textos que a gente listou abaixo. Boa leitura e boa viagem!

5 de set de 2016

Londres: intercâmbio na cidade que nunca sai de moda


Todos os anos, 600 mil estrangeiros escolhem Londres como destino de intercâmbio para estudar e aprender inglês, segundo o site London Connexion. E, dentre esse número, o acadêmico de Direito Bruno Fortes (19) foi um desses estrangeiros.

Ele ainda está em Londres para completar um intercâmbio de 06 meses na cidade inglesa, aperfeiçoando no novo idioma e conversou um pouco com a gente. E, quer saber? Mesmo sendo uma das cidades mais famosas do mundo, nada se compara com a experiência de conhecê-la, mesmo que pela segunda vez. Olha só o que ele contou pra gente!
Bruno e a Tower Bridge ao fundo (Foto: arquivo pessoal)
Que aspectos da cidade inglesa foram decisivos para a escolha Londres?
Eu escolhi Londres porque já conhecia a cidade. Durante a semana e nos finais de semanas têm muitas opções para o lazer. Bons restaurantes, clubs, pubs, parques, museus, sem falar das principais atrações turísticas (London Eye, Big Ben). Isso tudo aliado ao fato de Londres estar perto de vários países da Europa e ter um transporte público de primeiro mundo e fácil de ser utilizado.

E ao chegar lá, a cidade correspondeu às suas expectativas? Como?
Sim, já tinha noção de como funcionava a cidade, e do que estava esperando por mim. Tinha passado apenas 1 semana com minha família em Londres em 2013. Isso ajudou a quebrar um pouco da minha ansiedade antes de vir... e tornou minha adaptação mais fácil.

No início do intercâmbio, teve alguma dificuldade de adaptação, seja ao lugar, ao cotidiano ou às pessoas? Como lidou com isso?
Bruno visita Atomium, em Bruxelas
(Foto: arquivo pessoal)
No início do intercâmbio tudo é novo e as primeiras semanas são muito difíceis e parecem que não vão ter fim. Nesse período começa a adaptação a um novo estilo de vida. Se adaptar ao novo fuso horário, acordar mais cedo pra caminhar até a estação de metrô, pegar o trem/metrô lotado da manhã, caminhar até a escola, clima, lidar com uma nova língua, novos tipos de comida...! Bate saudade de casa, da família, dos amigos, da vida que costumava levar. Nessas horas a melhor solução é pensar que é uma experiência única que vai trazer bons resultados no futuro e uma experiência que muitas pessoas desejam ter e não tem oportunidade. Procurar se distrair é sempre uma boa opção, ver séries, explorar os pontos turísticos da cidade, marcar viagens nos finais de semanas para outros lugares, tentar esquecer um pouco o Brasil.

Bruno e a London Eye ao fundo
(Foto: arquivo pessoal)
Nas horas vagas, o que fazia para conhecer a cidade? O que mais gostou em Londres?
No primeiro mês, costumava ir com amigos da escola ou até mesmo sozinho para os pontos turísticos da cidade, que são muitos. Procurava informações na internet e sempre que surgia alguma dúvida, me informava na escola. Eles estão preparados pra isso e sempre fornecem programas, desde uma ida a uma cidade ou apenas um passeio da escola até um pub. O que eu mais gostei de Londres foi a mobilidade. Os "undergrounds" (metrôs) estão espalhados por toda a cidade e perto dos melhores lugares. Em relação a um ponto turístico, gosto muito de ir a Westminster, onde costumo dar uma caminhada pelo Big Ben, London Eye, e há várias opções de lazer. Restaurantes, pub, e nos fins de semana têm vários "shows" nas ruas.
Bruno na Tower Bridge
(Foto: arquivo pessoal)

Como se sente quando pensa que está vivendo em uma das cidades mais desenvolvidas do mundo? 
Me sinto totalmente grato e felizardo pela a oportunidade que meus pais me proporcionaram.

Que experiências marcaram seu intercâmbio?
Das várias coisas que marcaram meu intercâmbio, as viagens para outras cidades nos finais de semana, sem dúvidas, são as mais importantes.

É, amigos, competir com Londres é bem difícil! Organização, desenvolvimento, transporte público eficiente, vida cultural e, sem falar, na beleza da cidade: é isso e muito mais que fazem da terra da Rainha um dos lugares mais procurados por viajantes, estudantes e aventureiros. 

Que tal embarcar pra Londres na sua próxima empreitada?!