..

29 de abr de 2016

Dublin: intercâmbio em uma cidade global

Na entrevista de hoje, você vai saber um pouco mais sobre a cidade de Dublin, que está localizada na Irlanda, sendo também a maior cidade e capital do país. Além disso, Dublin foi o destino de intercâmbio do fisioterapeuta Felipe Araújo, que ficou por lá durante quatro semanas para intercâmbio em inglês e contou pra gente como foi essa experiência.

(Foto: Arquivo pessoal)
Só para você entender um pouco do que Dublin é, basta saber que ela é uma cidade global. "Mas, o que isso significa?", você pode até pensar... Bem, significa que a cidade tem ótimos níveis de qualidade de vida, possui um sistema de transporte super avançado, é sede de grandes instituições de ensino, de artes e de multinacionais, entre outros atributos.   

Mas, vamos ao que interessa! Porque melhor do que ler sobre a capital irlandesa é ler o depoimento de quem esteve por lá e vivenciou a cidade por quase um mês. 



É a sua primeira experiência no exterior? Como surgiu o interesse pela Irlanda e por Dublin, especificamente?

Sim. O interesse surgiu devido à relação custo-benefício Irlanda/Dublin oferece e a fama de ser um país hospitaleiro com intercambistas.

O que mais surpreendeu você em Dublin?

A educação e a organização do Irlandês e sua pontualidade.

(Foto: Arquivo pessoal)

No início, teve dificuldades para se adaptar ao novo país? Quais?

As dificuldades sentidas foram o frio e o sotaque irlandês, esse último rapidamente superado.

Que aprendizados tem absorvido com a vivência em um país de contextos tão diferentes do Brasil?

O maior aprendizado pra mim foi a importância da pontualidade, mas a notória e já sabida diferença de educação é algo que ficou mais evidente entre os dois países.

(Foto: Arquivo pessoal)

Em um país que tem dois idiomas principais, o irlandês e o inglês, o intercâmbio se torna ainda mais proveitoso, por ter a oportunidade de absorver um pouco do irlandês?

O Gaélico é uma língua que é utilizada principalmente no interior, e na capital se vê mais em placas e em nomes. É uma língua complicada de se entender, mas que com certeza, torna a vivência mais interessante.

Quando o período do intercâmbio chegar ao fim, do que você mais sentirá falta de Dublin?

Da organização da cidade e da educação das pessoas, além do aprendizado diário do inglês.


E aí, deu pra entender a maravilha que é a cidade de Dublin e, ainda mais, viver nessa cidade global? Então, agora você já tem mais uma cidade pra colocar na sua lista de destinos de intercâmbio, ok? :D