..

24 de jun de 2016

Intercâmbio para casais: romance em Londres

Viajar para um país desconhecido e conviver com pessoas que, literalmente, não falam a sua língua, pode ser um grande desafio. Mas quando se faz isso em boa companhia, fica tudo mais fácil. Essa é uma das vivências reservadas aos casais que embarcam em um intercâmbio juntos, e muitas outras experiências foram contadas pelo casal Lilian e Wilson Martins, que viveram de perto o estilo de vida da bela Londres. Quer saber como foi mais um intercâmbio para casais? Continue o texto e: boa leitura! 
  
(Foto: Arquivo Pessoal)

Como surgiu o interesse de participar de um intercâmbio juntos, para casais?

Na verdade foi a realização de um sonho, uma paixão acalentada desde a adolescência: aprender a língua inglesa e viver uma experiência no US ou UK. Naquela época, como nossas famílias não tinham condições financeiras, isso ficou totalmente inviabilizado. Tempos depois, ainda com uma vida familiar e profissional em construção e consolidação, também não foi possível. Hoje, para muitos tardiamente, mas para nós no nosso melhor momento, nos permitimos viver, digamos, essa grande e maravilhosa aventura. Sempre enxergamos o intercâmbio como um investimento, sob todos os aspectos. É salto na vida de qualquer um, a qualquer tempo. É uma vivência multicultural com amadurecimento em todos os sentidos, que cai como uma luva para casais mais inquietos e estáveis assim como nós. Durante muito tempo ouvimos relatos emocionantes de jovens que viveram essa experiência, inclusive do nosso filho, em nome do qual, de certa forma, nos sentimos contemplados. Sobre intercâmbio de casais nada havíamos ouvido, o que de alguma forma tornava a experiência ainda mais curiosa e atraente.

E como foi a etapa da escolha do destino? Que aspectos foram decisivos para escolher Londres?

(Foto: Arquivo Pessoal)
Como havíamos tido uma fantástica primeira experiência de imersão entre 2014/2015 na cidade de Boston/US, tínhamos planejado em uma próxima irmos para a Europa. A oportunidade de vivermos em uma grande e bela metrópole mundial, com tradicionais laços culturais e a conhecida cordialidade da população, nos fascinava. É uma cidade linda, das mais etnicamente diversas do mundo, onde a tolerância, a coragem, a criatividade e a nostalgia são exercitadas na sua plenitude. Daí a escolha de Londres.

Quais eram as expectativas e objetivos da realização de um intercâmbio juntos? Foi possível realiza-los? As expectativas foram superadas?

Tudo foi providenciado com muito carinho com a ajuda da Embarque Educacional, para que não houvesse frustração e consequente comprometimento da experiência. Apesar de já termos feito um intercâmbio uma vez, sentimos alegria, mas também dúvidas e muita ansiedade. Sonhávamos viver com êxito, o cotidiano da Terra da Rainha. Alguns nos questionavam: por que fazer intercâmbio agora em vez de só passear? Ora, porque além do objetivo do aprimoramento de uma segunda língua, gostamos de nos sentir desafiados, porque pretendemos através dele também fazer uma introspecção, porque precisamos sempre testar nosso respeito às diferenças, aprofundar nosso relacionamento e vivenciar hábitos, costumes e comportamentos de países que primam pelo respeito, que vivem a lógica do chamado primeiro mundo.

(Foto: Arquivo Pessoal)


Em que escola realizaram o curso de idiomas? Como foram as aulas?

Nosso curso de idiomas foi na Eurocentres London Central, que tem excelente estrutura e fica super bem localizada. Essa escola proporciona aos alunos um excelente aprendizado, independentemente da sua experiência linguística anterior ou das suas raízes culturais. Tínhamos carga horária obrigatória de 20 horas semanais, com atividades extras opcionais no período da tarde e a companhia valorosa de alunos de algumas partes do mundo. Nossa rotina era feita de estudo, idas a supermercado (o Sainsbury's) e alguma atividade física.

E nas horas vagas, como aproveitaram a capital da Inglaterra?

As horas vagas foram muito bem aproveitadas. Priorizamos visitar lugares onde não conhecíamos ou só conhecíamos superficialmente. Nesse período, fomos premiados com um inesquecível show/turnê do Caetano e Gilberto Gil no Barbican Hall. Fizemos uma incursão pelo roteiro cultural, nos maravilhosos Museus de Guerra, Express e Quartos de Guerra de Churchill. Exploramos demoradamente a Torre de Londres, Abadia de Westminster, Saint Paul, Palácio de Windsor e London Dungeon. E como não aproveitar a primavera desfrutando do Hyde Park, Regent Park, e Green Park? Simplesmente espetaculares. A gastronomia também foi nosso foco, e apesar da cozinha inglesa não ser nossa preferida, a cidade oferece excelentes e variadas opções: Sketch (Francês), Novikov (asiático e italiano), Jamie's Italian (Italiano), Hakkasan (Asiático) Barbecoa (carne), Cote Brasserie(Francês), Sushi Samba (Japonês) etc. A ida obrigatória ao Borought Market, um mercado tradicional, nos oferece dentre outros, um dos melhores Fish and Chips de Londres. Uma ida à feira de antiguidades em Notting Hill (PortoBello Market), uma caminhada pelo National Gallery, Trafalgar Square com chá da tarde no F&M, também valem muito à pena. O comércio de Londres é fantástico, mas não é uma boa pedida para brasileiros, pois é uma das capitais mais caras da Europa. Visitamos ainda Oxford, Cambridge e Edimburgo (Escócia) em UK e a encantadora Amsterdã na Holanda. Nossos deslocamentos na cidade foram 100% de underground (adquirimos nosso cartão Oyster logo na chegada) ou caminhando. A mobilidade urbana da capital é irrepreensível. Tudo funciona perfeitamente.

(Foto: Arquivo Pessoal)
Qual passeio ou lugar visitado indicam para outros casais e consideram como mais romântico?

Não houve passeio ou lugar inesquecível  ou mais romântico. Cada um deles tem seus encantos. Visitar o Covent Garden, Mayfair e andar a pé ou de Black Cab sentindo segurança a qualquer hora do dia, ou noite, nos sentindo só mais "duas pessoas" no meio da multidão, nos fizeram amar ainda mais aquele lugar.

Ao final da experiência, o que ficou marcado de Londres em vocês? O que jamais esquecerão?

Da vivência, ficou realmente um grande aprendizado. Ao final, você percebe que muito pertence material levado, poderia ter sido dispensado para que não se tornasse um fardo. Aprendi que ao lado do desconforto ou da saudade que se possa sentir, a cada final do dia ou noite, fica evidenciado também a alegria do esforço, do dever cumprido, das descobertas, do aprendizado e uma paz interior um tanto indecifrável. Sim, nesse nosso projeto, se incluiu também a questão da espiritualidade. No intercâmbio, enxergamos de forma mais clara nossas possibilidades e limites, nossas virtudes e defeitos e a nossa capacidade de superação com as mudanças interiores necessárias. Ultrapassamos diferenças culturais, barreiras linguísticas e garantimos uma viagem memorável com lições para toda a vida. É uma oportunidade ímpar.




E então, fica muito fácil perceber os inúmeros benefícios que o intercâmbio trouxe para o casal Lilian e Wilson Martins, não é mesmo? E o melhor é que o aprendizado e as experiências de um intercâmbio assim acompanham todos os que topam essa aventura. Se você ainda não realizou algo assim em sua vida, aproveite e embarque no mundo com a gente!

10 de jun de 2016

Toronto: intercâmbio na cidade acolhedora e multicultural


Não é novidade para ninguém que o Canadá é o principal destino procurado para a realização de intercâmbio. Entre as diversas cidades do Canadá que estão nessa lista de procura, uma delas é Toronto. E foi lá que a estudante de medicina Mízia Cristina (20) realizou um intercâmbio em inglês de 04 semanas.

Quer saber mais sobre a experiência da Mízia em uma das melhores cidades do mundo, com alto nível de qualidade de vida? Acompanhe nossa conversa!

(Foto: arquivo pessoal)
Porque escolheu Toronto como destino de intercâmbio?

Por ser uma cidade multicultural, os canadenses são muito acolhedores.

Toronto é conhecida como uma cidade multicultural por acolher pessoas de mais de 230 nacionalidades. Como foi a convivência com pessoas de diferentes lugares do mundo? Foi possível fazer amizades com pessoas de outros países?

A convivência foi ótima, as pessoas são muito acolhedoras e amam brasileiros. Tenho amizade com uma italiana, uma mexicana, uma venezuelana e uma coreana.

(Foto: arquivo pessoal)
Diante dessa situação, teve dificuldades para se comunicar? Se sim, quais?

No começo, mas com o passar dos dias fui melhorando meu inglês que facilitou minha comunicação.

O que mais gostou em Toronto? 

Da organização da cidade e do ótimo transporte publico.

O que menos gostou na cidade? 

Da comida.

Nas horas vagas, em que não estava em aula, o que costumava fazer?

Passear pelos diversos belíssimos pontos e turístico e pelos maravilhosos shoppings.

(Foto: arquivo pessoal)


Em seu período de intercâmbio, foi possível conhecer bem a cidade de Toronto?

Sim, conheci diversos lugares.

Se tivesse outra oportunidade, o que aproveitaria pra fazer mais?

Conhecer as cidades canadenses em volta de Toronto. Como: Quebec, Montreal, Ottawa.


Sem dúvidas, uma vivência incrível, né? Conhecer um lugar lindo, com altos níveis de qualidade de vida e participar da experiência inesquecível de intercâmbio: será se tem como melhorar? Tem, sim! Acrescente a isso a educação e acolhida das pessoas. Você não vai perder uma oportunidade dessas, né?