..

26 de nov de 2015

Brighton: Tranquilidade e organização na cidade universitária inglesa

Localizada ao longo da costa sul da Inglaterra e a 50 minutos de trem de Londres, Brighton encanta seus visitantes pela sua tranquilidade e organização. Sendo também um importante polo universitário, mesmo pequena, a cidade recebe muitos estudantes de variadas partes do mundo e boa parte da programação cultural é voltada pra eles. Só para se ter uma ideia, lá existem mais de 300 bares! Para os mais quietos, a praia, principalmente no horário do pôr-do-sol, é uma boa pedida e ideal para caminhadas.

Para conhecermos mais sobre Brighton, Juliana Pires (34), nossa intercambistas entrevistada do post de hoje e que esteve na cidade inglesa por 14 semanas em um intercâmbio em inglês, vai contar pra gente como foi essa super experiência. De fazer aula de violão em inglês a ganhar amigos de diversos países, muitas outras coisas aconteceram em mais ou menos 03 meses (bem) longe de casa.


Como foi estudar em um dos principais centros culturais e educacionais da Inglaterra?

J: Minha experiência foi maravilhosa... Sempre sonhei morar na Inglaterra e estudar inglês em uma boa escola. Os livros são de fácil entendimento, com exercícios e práticas de conversação. As aulas são complementadas com outros exercícios e algumas atividades que estimulam a interação entre os alunos e a aprendizagem, como jogos, brincadeiras, vídeos, palestras, etc. Fiquei muito satisfeita com a evolução do meu inglês.

Brighton é uma cidade agradável para morar? O que faz a cidade ser assim?

Juliana Pires (Foto: Arquivo pessoal)
J: Brighton é uma cidade maravilhosa para se morar... Eu queria ficar lá para sempre.  Eu me apaixonei por Brighton desde o primeiro contato, cidade pequena, organizada, tranquila, segura, com excelente sistema de transporte público, excelentes restaurantes, pubs, lojas e uma praia linda! As pessoas são super educadas e atenciosas. Uma cidade onde há muitos estudantes estrangeiros, por isso, creio que as pessoas já estejam acostumadas a ter paciência e atenção com aqueles que não dominam a língua ainda. Tive muita dúvida na escolha da cidade, sabia que tinha que ser na Inglaterra, mas não sabia qual a cidade, mas Brighton foi a melhor escolha. Além de uma excelente cidade para morar, fica apenas 50 minutos de trem de Londres. Nada melhor.

Como foi a experiência de aprender e se aperfeiçoar no inglês?

J: Foi maravilhosa. Eu já tinha uma base, mas mesmo passando pouco tempo, consegui melhorar muito meu inglês. Após três meses de estudo, mudei de nível, comecei no pre-intermediate e sai no final do intermediate. Hoje, compreendo, escrevo, leio e falo bem melhor. Consigo manter uma conversa, o que antes não era possível. Continuarei estudando aqui no Brasil e pretendo fazer um outro intercâmbio nas próximas férias. 

O que costumava fazer nas horas vagas, quando não está em aula ou estudando, já que Brighton possui várias opções de lazer, além de uma vida noturna bem agitada?

Juliana Pires (Foto: Arquivo pessoal)
J: Bom, eu gostava de participar das atividades extra classe que a escola oferecia, como aula de salsa, Conversation club, passeios nos arredores da cidade ou viagens por cidades próximas de Brighton... Gostava de ir caminhar pela praia, ir ao píer (há um parque de diversões lá e vários locais para se comer, como o tradicional "fish and chips"), ao cinema, passear pelo The Lanes e North Laine (regiões cheia de bares e lojinhas). À noite eu ia a pubs, Brighton tem muitos pubs legais... Têm alguns "night clubs" legais também... Fui algumas vezes ao chá da tarde inglês, muuuito bom! Lá também tem parques lindos e o famoso Pavilion, além de museus, Brighton Marina (vista linda).  Enfim, muitas opções de lazer. 

Que experiência foi mais marcante nesse período de intercâmbio?

Brightom Pier (Foto: Arquivo pessoal)
J: Com certeza foi trocar experiências com pessoas do mundo todo. Conhecer culturas diferentes e aprender sobre cada uma delas, fazer novas amizades, isso foi sensacional. Hoje tenho uma ideia de mundo bem diferente. Tenho amigos de vários países, pessoas que ficarão para sempre na minha memória e coração.

Recomenda a cidade para os futuros intercambistas?

J: Recomendo com toda certeza. Amei Brighton! Lá eu me senti em casa.


Se a Juliana, que vivenciou isso tudo, recomenda, a gente assina embaixo! Sem dúvidas, Brighton reserva ótimas experiências e aprendizados enriquecedores pra quem se aventurar por lá. :D




Fontes: Wikipédia

13 de nov de 2015

Vivendo um sonho na Austrália: modernidade e qualidade de vida

Sexto maior país do mundo e um dos cinco destinos mais procurados para intercâmbio, a Austrália reserva paisagens que são capazes de impressionar os olhares mais críticos. Uma mistura de cores distribuída pelo mar e pelas florestas tropicais formam um quadro perfeito para quem busca cidades modernas e com uma alta qualidade de vida. E, além disso, o país, que recebe inúmeros viajantes de variadas partes do mundo, é conhecido por recepciona-los muito bem. O governo incentiva a imigração e, para quem vai estudar, existem boas opções de programas com cursos de idioma e estágios.

Para falar com mais propriedade sobre a Austrália, a Bruna Quintela Melo (23), que está na cidade australiana de Gold Coast fazendo intercâmbio em inglês pela Embarque Educacional, vai contar pra gente como tem sido essa aventura.

Oi, Bruna! Por que escolheu a Austrália e a cidade em que está, Gold Coast?

Bruna Quintela (Foto: Reprodução/Facebook)
Eu escolhi a Austrália porque é um país novo, desenvolvido, onde você pode trabalhar tendo apenas seu visto de estudante. Quando fui pesquisar sobre a Austrália, logo me encantei por Gold Coast (cidade que estou morando). Uma cidade pequena, com cerca de 450 mil habitantes, uma das mais novas da Austrália. Muito moderna, tem várias praias bonitas, muitos parques e tem festa de segunda a segunda.

Quais as impressões da cidade até o momento?

Estou amando a cidade, sem dúvidas eu escolhi o lugar certo. As pessoas são muito carismáticas, qualquer coisa que você precisa sempre tem alguém pra lhe ajudar.  É uma cidade moderna, organizada, muito bem planejada.

E experiências ou aprendizados, o que tem marcado a viagem?

Sem dúvidas, o que mais está marcando a viagem, é a mistura de cultura que tem em Gold Coast. Sempre digo que aqui não é uma cidade da Austrália, e sim do mundo. Todo dia conheço pessoas novas, culturas novas. Além de estar aprendendo o inglês, a cada dia tenho um novo aprendizado com tanta diversidade de pessoas e de culturas.

Como está sendo o curso em Inglês?

Estou adorando o curso de inglês, cheguei na Austrália sem falar nada. Em um mês a minha mudança foi nítida. Já tenho muita facilidade para me comunicar.

Bruna Quintela (Foto: Reprodução/Facebook)
Até agora, o que já ocorreu na viagem que faz questão de não esquecer?

Nunca vou esquecer as amizades que eu fiz e estou fazendo, as viagens dentro do país com minhas amigas, as festas, a escola, as praias maravilhosas... E aqui todo mundo é igual. Vou levar pra sempre comigo. Estou vivendo um sonho.

Ai ai...! Depois de ver essas fotos super legais e saber dessas histórias, parece que deu mais vontade ainda de embarcar no mundo do intercâmbio, né? Se você respondeu que sim, não perca tempo! Faça como a Bruna, invista em você mesmo e no seu futuro. São experiências assim que fazem a vida ter muuuito mais sentido. :D 

6 de nov de 2015

Intercâmbio combinado: exercite inglês e aprenda dança no exterior

Algumas pessoas têm o sonho de aprender inglês, outras sonham em se aprofundar em outros universos, como o da fotografia, de esportes ou da dança. Mas, melhor que isso, é realizar os dois sonhos, quase ao mesmo tempo!

E isso é possível por meio do intercâmbio combinado, que acontece assim: em um turno, o aluno intercambista participa das aulas de inglês e, no outro turno, se dedica a uma atividade paralela. Dessa maneira, o aprendizado em outro idioma se torna bem mais divertido e proveitoso, sendo praticado e exercitado no curso combinado e nas várias atividades diárias. Além disso, é mais um bônus para a carreira profissional e uma ótima experiência para toda a vida.

Uma das diversas atividades que podem ser desempenhadas é a dança. E o aluno pode escolher apenas a um tipo de dança ou optar por um misto entre os estilos disponíveis. O leque de possibilidades é bem amplo: Hip Hop, Salsa, Merengue e outras danças latinas, Danças de Salão, Ballet, Flamenco, Contra & Folk ou danças locais.

Mas... por que dança? Ok, vamos listar só alguns dos diveeersos benefícios da dança! 

O primeiro e mais conhecido benefício é o bem que a atividade faz à saúde,  já que também desenvolve um papel semelhante ao de exercício físico. É possível manter o corpo protegido até de sérios problemas cardíacos e respiratórios.

E se você é tímido ou tímida, a dança também pode te ajudar a melhorar! Ela contribui a desinibir pessoas mais retraídas a desenvolver do raciocínio e a parceria, frutos da interação do grupo. Além disso, dançar combate o estresse, controla a ansiedade, melhora a comunicação, aumenta a autoestima, queima calorias, turbina a capacidade sanguínea, melhora a flexibilidade, tonifica os músculos, exercita o equilíbrio, etc, etc, etc... Bom demais, né? 

Some ainda a isso tudo o cotidiano em um outro país, com outros ares,  novas paisagens, lugares a desbravar, pessoas a conhecer e uma infinidade de experiências a serem adquiridas pra vida toda. E agora, concorda que essa aventura de intercâmbio combinado pode ser algo muuuito bom? Vamos lá? :D


Fonte: M de Mulher