..

12 de ago de 2016

Dublin: pubs, jovens e um novo idioma

Depois de decidir fazer um intercâmbio, o segundo passo é decidir pra onde ir. Um universo de possibilidades, com diversos países, pode deixar qualquer pessoa confusa na hora de escolher onde realizar o curso de idiomas.

Diante disso, é preciso conhecer melhor as oportunidades, facilidades e desafios que cada país oferece. Mas parece que para a Isabela Portela, estudante de Arquitetura e Urbanismo, a decisão não foi muito difícil. 

Isabela passou o período de 03 semanas em Dublin, capital da Irlanda, e contou pra gente um pouco de como foi e o que essa experiência representou em sua vida. Olha só o que ela contou!
(Foto: arquivo pessoal)


O que motivou você a realizar um intercâmbio? O foco de interesse foi especificamente a carreira profissional ou não?
Eu sempre tive vontade de fazer intercâmbio, acredito que a pessoa aprende a "se virar" sozinha, se torna mais independente. O foco principal foi praticar o inglês, já tinha feito o curso, mas com a pratica diária o seu nível avança muito. 

Que aspectos foram decisivos para a escolha de Dublin, na Irlanda como destino?
A escolha por Dublin foi porque ela é uma cidade com muitos jovens, de vários países, que vão para lá para aprender inglês. Fiz várias amizades de pessoas de diferentes nacionalidades. Dublin é uma capital, mas também não é tão grande, então é mais fácil também para se localizar. 


(Foto: arquivo pessoal)


















Ao chegar em Dublin, as expectativas foram correspondidas? Qual foi a primeira impressão da cidade?
Sim! As expectativas foram correspondidas, a minha primeira impressão foi de calma, não é uma cidade tão agitada, como Londres por exemplo. 

Como foi aprender inglês na Irlanda, considerando a diversidade de sotaques existentes lá? Como fez para superar as dificuldades?
A experiência foi muito boa, porque você consegue entender os diferentes sotaques com o tempo, assim fica menos restrita.

No ambiente fora da sala de aula, como foi praticar o inglês no dia-a-dia?
Fora da sala de aula foi bom porque você usava o inglês do cotidiano, a conversa. 

E nas horas vagas, o que costumava fazer na cidade? Que lugares visitou e mais gostou?
(Foto: arquivo pessoal)
Fui aos parques, são muito bonitos e limpos, você sente prazer de estar lá. Claro, aos pubs também, a cidade é repleta deles. Nos finais de semana eu viajava, no primeiro final de semana fui a Irlanda do Norte, no segundo para Londres e no terceiro para Amsterdam. 

Depois de realizado o intercâmbio, do que sente saudades quando pensa em Dublin?
O que mais sinto falta são das amizades que fiz por lá, e também da organização da cidade. 

Indicaria Dublin para quem deseja fazer intercâmbio? Por quais motivos?
Sim, com toda certeza. Achei Dublin uma cidade ideal para fazer intercâmbio porque não é tão grande, você não demora muito para se localizar, tem muitos jovens fazendo também intercâmbio, muito bom para fazer novos amigos.

(Foto: arquivo pessoal)
Cidade relativamente pequena, com muitos jovens e destino muito procurado para realização de um intercâmbio. Assim é Dublin, que parece um destino ideal para quem deseja intensificar o aprendizado em um novo idioma, não é? 

Que tal seguir o exemplo da Isabela e colocar a capital da Irlanda como um dos seus próximos destinos? Você não vai ser arrepender!